• .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .

Gênero e sexualidade

Global HIV/AIDS Politics, Policy, and Activism: Persistent Challenges and Emerging Issues



No final de outubro de 2013, foi publicada a coleção de três livros editados pela Praeger Books, intitulada “Global HIV/AIDS Politics, Policy, and Activism: Persistent Challenges and Emerging Issues”. Essa coleção traz um panorama denso e abrangente sobre a epidemia do HIV/Aids na contemporaneidade. Segundo as palavras de seu editor, Raymond A.Smith Ph.D., da Universidade de Columbia (Nova Iorque), escritas para a introdução da coleção ( “Into the Fourth Decade: Global HIV/AIDS Politics, Policy, and Activism”):

“Os três volumes de ‘Global HIV/AIDS Politics, Policy, and Activism: Persistent Challenges and Emerging Issues’ refletem um conjunto rico, eclético e abrangente de artigos com questões elaboradas por um time internacional de mais de 70 autores. A maioria das contribuições estão baseados em países de lingua inglesa (Estados Unidos, África do Sul, Canadá, Reino Unido, Ghana, Austrália e Nova Zelândia), mas também provêm de países como o Brasil, Camboja, Colômbia, Holanda, Noruega, Peru, Portugal e Qatar. A maioria dos autores são professores universitários, embora um número significativo deles estão vinculados a importantes organizações não-governamentais (ONGs) e a grupos ativistas e de advocacy. As contribuições representam uma variedade de disciplinas, inclusive a Ciência Política, o Direito, a Economia, a Sociologia e a Antropologia”.

Os livros capturam questões que são desafios persistentes e questões-chave emergentes que incluem: as lutas para garantir financiamento e suporte para os programas globais de tratamento do HIV; esforços para re-energizar as respostas ativistas contra a epidemia; a busca por sustentabilidade de programas de HIV/Aids no mundo em desenvolvimento’ e o papel emergente das novas tecnologias biomédicas de prevenção do HIV. Os artigos exploram as ações (ou inações) de sistemas políticos e governos ao redor do mundo, as realidades de suas políticas e da sua administração pública no que tange a diferentes epidemias regionais e nacionais, além de tratar das oportunidades e os limites continuados do ativismo e da mobilização comunitária do HIV/Aids.

Dentre os 45 artigos, temos o trabalho de Carlos Guilherme do Valle (UFRN, vinculado ao LACED), intitulado “”From Dissidence to Partnership and Back to Confrontation Again? The Current Predicament of Brazilian HIV/AIDS Activism’, que compõe o terceiro volume sobre Ativismo e Mobilização Comunitária da Aids.

Diálogos de Pesquisa

O Laced recebe na próxima quarta feira, 16 de maio de 2012, às 14hs, a Prof. Maria Gabriela Lugones, da Universidad Nacional de Córdoba, para apresentação de seu trabalho “ACCIONES ADMINISTRATIVAS DE PROTECCION ESTATAL DE LA INFANCIA COMO GESTIONES DE CUÑO MATERNAL”.

A atividade conta com o apoio da Faperj, através do projeto “Às Portas dos Direitos: as dinâmicas entre relações de gênero, redes sociais, instuições de Justiça e ação política” sob responsabilidade da Prof. Adriana Vianna.

@s interessad@s em participar desse encontro devem entrar em contato conosco através do email adrianavianna@gmail.com

Rio pelo Dia Mundial de Combate a Homofobia

De 15 a 22 de maio de 2009, o Fórum Estadual de Grupos LGBT e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Estado de Assistência Social; com apoio do Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT, do Centro Cultural Oduvaldo Vianna (Castelinho do Flamengo), da ACADEPOL – Academia de Polícia Civil e da Secretaria de Estado do Ambiente realizam a campanha Rio pelo Dia Mundial de Combate a Homofobia, com um conjunto de ações que vai desde apresentação de pesquisas, vídeos, mesas-redondas, seminário, caminhada, cerimônia oficial, entre outros, como seguem na programação oficial.

-blog-header.php'); ?>r.php'); ?>-blog-header.php'); ?>